Séries

17

Finanças e Negócios: a saga de Zeca Truta” conta a história do caipira Zeca Truta, que ao ser notificado pelas autoridades da impossibilidade de continuar pescando trutas para comercializar no mercado informal, iniciou uma jornada de aprendizado sobre finanças, economia e administração de empresas, com o intuito de viabilizar a exploração agrícola das terras do seu sítio, e abrir seu próprio negócio.

Acompanhe os capítulos dessa aventura.

Capítulo 1 – Operações comerciais e financeiras: a história de Zeca Truta

Capítulo 2 – O sistema financeiro brasileiro

Capítulo 3 – A oferta e a demanda de mercado

Capítulo 4 – O mercado de commodities agrícolas e o risco do negócio

Capítulo 5 – A gestão do risco

Capítulo 6 – A gerente do banco

Capítulo 7 – O método do pay-back

Capítulo 8 – O método do pay-back descontado

Capítulo 9 – O método do VPL

Capítulo 10 – O método da TIR

Capítulo 11 – O almoço

Capítulo 12 – O plano de negócio

Capítulo 13 – O problema da tributação

Capítulo 14 – João e Glória conversam: mistérios na vida de Zeca

Capítulo 15 – As planilhas de custos

Capítulo 16 – Uma noite inesquecível

Capítulo 17 – A viabilidade do negócio

Capítulo 18 – Mistério e investigações

Capítulo 19 – A viabilidade do negócio (2)

Capítulo 20 – O empréstimo

Capítulo 21 – As primeiras informações

Capítulo 22 – O sistema francês

Capítulo 23 – Negócio fechado

Capítulo 24 – A dura realidade de Zeca

Capítulo 25 – Os dias passam…

Capítulo 26 – Novos negócios

Capítulo 27 – O problema da precificação

Capítulo 28 – Sensibilidades

Capítulo 29 – Custos e planilhas

Capítulo 30 – Apurando as análises

Capítulo 31 – A cidade misteriosa

Capítulo 32 – Revendo os cálculos e alinhando os resultados

Capítulo 33 – Mais cálculos e muita expectativa: começa o festival

Capítulo 34 – Um jantar especial

Capítulo 35 – A missiva: um desabafo e um pedido

Capítulo 36 – Depreciação, BEP e DRE

Capítulo 37 – O DRE do BEP

Capítulo 38 – O pay-back, a TIR e o VPL do novo negócio

Capítulo 39 – Finalizando o estudo de viabilidade

Capítulo 40 – A resposta

Capítulo 41 – A alavancagem

Capítulo 42 – Novos rumos

Capítulo 43 – Adeus Aiuruoca

Capítulo 44 – O mercado de ações no Brasil

Capítulo 45 – Aprendendo sobre os tipos de investimento

Capítulo 46 – Os índices de referência

Capítulo 47 – Glória e Mauro

Capítulo 48 – Mercado à vista e códigos

Capítulo 49 – O Novo Mercado, direitos e proventos

Capítulo 50 – Caminhando na lagoa e…

Capítulo 51 – Taxas e tributos na negociação de ações

Capítulo 52 – O mercado de opções

Capítulo 53 – Glória vai a Aiuruoca

Capítulo 54 – As debêntures

Capítulo 55 – A mensagem

Capítulo 56 – A análise fundamentalista

Capítulo 57 – Glória conversa com João

Capítulo 58 – A análise técnica (1)

Capítulo 59 – A análise técnica (2)

Capítulo 60 – O esforço de Glória

Capítulo 61 – A análise técnica (3)

Capítulo 62 – A análise técnica (final)

Capítulo 63 – Glória procura por Zeca

Capítulo 64 – Termina o curso de Zeca

Capítulo 65 – A preparação da viagem

Capítulo 66 – O (não) encontro

Capítulo 67 – A chegada

Capítulo 68 – As primeiras aulas

Capítulo 69 – Mercados globais, diversificação e o portfólio ótimo

Capítulo 70 – Os mercados eficientes

Capítulo 71 – A bolsa de metais de Londres e a bolsa agrícola de Chicago

Capítulo 72 – Enquanto isso no Rio de Janeiro…

Capítulo 73 – O sábado em Londres e no Rio de Janeiro

Capítulo 74 – Bruxelas e Frankfurt

Capítulo 75 – A Suíça

Capítulo 76 – Um tour pela França

Capítulo 77 – Estrasburgo e Reims

Capítulo 78 – O final da viagem

Capítulo 79 – Epílogo

Créditos da imagem: 
Adaptado a partir de <http://bit.ly/1d2W2kk>.

Os textos que fazem parte da história “Finanças e negócios: a saga de Zeca Truta” são de total responsabilidade dos seus autores. A equipe do Análise Econômica não interfere no seu conteúdo, forma, ortografia, gramática. Solicitações de reprodução devem ser dirigidas diretamente a eles.

19

O Análise Econômica passa a publicar uma nova série dos professores Aurélio Hess e Celso Ribeiro Campos, com base no livro escrito originalmente pelo prof. Hess sob o título “Relações Internacionais, Crise e Muito Mais…”.

O livro foi revisto, adaptado e editado por ambos, e será publicado em primeira mão aqui no site antes de ter sua segunda edição comercializada nas livrarias. A seguir acompanhe os capítulos do livro, atualizados semanalmente.

Prefácio – Relações Internacionais, crise e muito mais…

Capítulo 1 – Esclarecimento importante

Capítulo 2 – A realidade

Capítulo 3 – Prólogo

Capítulo 4 – O estrategista

Capítulo 5 – O jornalista

Capítulo 6 – O primeiro contato

Capítulo 7 – A conversa inicial

Capítulo 8 – A primeira impressão

Capítulo 9 – As potências mundiais

Capítulo 10 – A entrevista inicial – O cenário mundial em 2008

Capítulo 11 – As lembranças

Capítulo 12 – Como o mundo entrou em crise

Capítulo 13 – Diversão em Londres

Capítulo 14 – O mundo ignorou os sinais

Capítulo 15 – Os primeiros efeitos da crise

Capítulo 16 – As duras lembranças – a morte de Christine

Capítulo 17 – Desconfiança

Capítulo 18 – As investigações

Capítulo 19 – A entrevista cancelada

Capítulo 20 – A força de Christine

Capítulo 21 – Primeiros passos em 2009

Capítulo 22 – As primeiras informações

Capítulo 23 – A sexta entrevista

Capítulo 24 – A sétima entrevista

Capítulo 25 – O encontro inesperado

Capítulo 26 – O amor de Christine

Capítulo 27 – Mais informações sobre Bórkum

Capítulo 28 – A desconfiança cresce

Capítulo 29 – A oitava entrevista

Capítulo 30 – Mais informações importantes

Capítulo 31 – Outros encontros

Capítulo 32 – Mais informações importantes (2)

Capítulo 33 – A nona entrevista

Capítulo 34 – Desconfiança e desejo

Capítulo 35 – Mais informações importantes (3)

Capítulo 36 – Duras lembranças – a paz de Christine

Capítulo 37 – A décima entrevista

Capítulo 38 – Mais informações importantes (4)

Capítulo 39 – Desentendimentos e desconfiança

Capítulo 40 – A décima primeira entrevista

Capítulo 41 – Mais informações importantes (5)

Capítulo 42 – A surpresa

Capítulo 43 – A décima segunda entrevista

Capítulo 44 – Mais informações importantes (6)

Capítulo 45 – A décima terceira entrevista

Capítulo 46 – O aniversário da crise – As preocupações com o futuro

Capítulo 47 – Um grande amigo

Capítulo 48 – Mais ligações

Capítulo 49 – Sem informações importantes

Capítulo 50 – O dilema ético

Capítulo 51 – As razões

Capítulo 52 – O último contato – O mundo pós-crise

Capítulo 53 – O dever cumprido

Capítulo 54 – O destino do envelope

Capítulo 55 – Na redação

Capítulo 56 – As coincidências

Capítulo 57 – A manhã seguinte

Capítulo 58 – A carta

Capítulo 59- A outra carta

Capítulo 60 – O conteúdo do envelope

A primeira edição do livro pode ser encontrada na Livraria Cultura no link <http://bit.ly/1GzrUJl>.

Os textos que fazem parte da história “Relações Internacionais, Crise e Muito Mais…” são de total responsabilidade dos seus autores. A equipe do Análise Econômica não interfere no seu conteúdo, forma, ortografia, gramática. Solicitações de reprodução devem ser dirigidas diretamente a eles.

0

O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer sejam países, estados ou cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano, etc). O PIB é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia com o objetivo de quantificar a atividade econômica de uma região.

Na contagem do PIB, considera-se apenas bens e serviços finais, excluindo da conta todos os bens de consumo de intermediário. Isso é feito com o intuito de evitar o problema da dupla contagem, quando valores gerados na cadeia de produção aparecem contados duas vezes na soma do PIB.

Apesar desta definição técnica relativamente simples, muitas vezes confundimos o que é e o que não é o PIB. De certo modo, o PIB se tornou algo quase sagrado por economistas e jornalistas econômicos. Mas além de ser a soma de todos os bens e serviços produzidos, sob a ótica agregada (ou seja, na soma de toda uma região determinada), o PIB é composto por outras variáveis.

E essas variáveis são objeto de estudo nesta pequena série elaborada por Vinicius Oliveira.

O impacto de Y=C+I+G+(X-M) nas nossas vidas

O impacto do PIB em nossas vidas, parte II
Como é viver em uma economia baseada em consumo (ou O “C” da equação)
O caso dos Estados Unidos

O impacto do PIB em nossas vidas, parte III
Como é viver em uma economia baseada em Investimento (ou O “I” da equação)
O caso dos Emirados Árabes Unidos

O impacto do PIB em nossas vidas, parte IV
Como é viver em uma economia baseada em gastos do governo (ou o “G” da equação)
O caso da Suécia

O impacto do PIB em nossas vidas, parte V
Como é viver em uma economia baseada no comércio exterior (ou o “X-M” da equação)
O caso da China

O impacto do PIB em nossas vidas, parte final
E o Brasil nessa história?
(Em breve)

Créditos da imagem – http://bit.ly/1QIWvXT

REDES SOCIAIS

ÚLTIMAS